PERGUNTAS
frequentes

Busco sempre estar por dentro de políticas públicas, práticas profissionais, metodologias. Faço isso para poder orientar, construir projetos e favorecer que a pessoa com deficiência intelectual esteja onde quiser.

E como recebo muitas perguntas e dúvidas relacionadas às pessoas com deficiência intelectual, preparei esse espaço com uma curadoria de sites e perfis de redes sociais que poderão orientar você da melhor forma.

Além disso, você pode entrar em contato comigo por e-mail: julianab.righini@gmail.com.

?

Para famílias e pessoas com deficiência intelectual


1)  Eu quero trocar informações com outras famílias de pessoas com deficiência intelectual e fazer parte de uma rede. Onde acho?

Acredito que o contato com as famílias é essencial para o acolhimento, apoio e troca de informações. Eu posso colaborar para colocar você em contato com essas famílias. Pra isso, mande um e-mail pra mim e podemos conversar: julianab.righini@gmail.com.​

2)  Descobri que meu filho pode ter uma doença rara. Onde posso ter informação e apoio?
 
Aos poucos, o Brasil começa a olhar os pacientes com doenças raras. Muitos pacientes e familiares enfrentam dificuldade de obter informações ou mesmo conversar com profissionais especializados. Por isso, eu indico a Casa Hunter. Ela é uma instituição que pode orientar você da melhor forma. O site da instituição conta com muita informação de qualidade também.

3) Por onde começar a procurar um trabalho?

Esse é um desafio que faz parte da vida de todos os adultos. Eu sou consultora da metodologia do Emprego Apoiado e a utilizo há mais de 10 anos. Ela colabora para a reflexão do Projeto de Vida a partir do trabalho.

Sugiro que conheça o site da Associação Nacional do Emprego Apoiado (ANEA). Lá você poderá fazer contato e descobrir um consultor de Emprego Apoiado na sua cidade. Se preferir, pode me mandar uma mensagem no meu perfil no Instagram: instagram.com/juliana_barica_righini.

4) Quais são os direitos das pessoas com deficiência intelectual?

As pessoas com deficiência conquistaram muitos direitos, benefícios durante as últimas décadas. Temos legislação que contempla diversos aspectos: saúde, transporte, trabalho, moradia, entre outros.
Desde 2015, temos a Lei Brasileira de Inclusão (LBI). Se quiser saber mais, pode enviar uma mensagem. Além disso, você pode conferir o Guia dos Direitos da Pessoa com Deficiência Intelectual (versão leitura fácil) com um material acessível para pessoas com deficiência intelectual.
O Guia tem como objetivo principal democratizar o acesso aos direitos das pessoas com deficiência e garantir que as leis sejam colocadas em prática, contribuindo para a construção de uma sociedade mais inclusiva. A iniciativa do Guia é uma parceria entre TozziniFreire, J.P. Morgan, Adere e Instituto Jô Clemente.


Para organizações sociais e profissionais autônomos


5) Onde posso encontrar mais informações sobre as metodologias que você trabalha?

Várias metodologias me acompanham nos projetos e atendimentos que participo. Eu utilizo a metodologia do Emprego Apoiado, Fácil Leitura ou Linguagem Simples e Mediação Assistiva. Eu acredito que são instrumentos que favorecem o acesso ao trabalho, a comunicação, a informação sobre as situações vividas por adultos.
Se quiser saber mais, seguem alguns links:

-  Anea (Emprego Apoiado)
-  ELO Mediação Assistiva (Mediação Assistiva)
-  Movimento Down (Linguagem Simples)
 


Para Empresas

     
6) Tenho que fazer uma contratação de um colaborador com deficiência intelectual, mas não tenho muitas informações. Não sei por onde começar.

Eu sou consultora de Emprego Apoiado e atuo há mais de 10 anos com empresas e entendo a dúvida. Se quiser, podemos marcar uma conversa - o meu e-mail é
julianab.righini@gmail.com.

Pra você já começar a ter informações, existe um estudo feito com empresas que contratam pessoas com Síndrome de Down. É estudo “O valor que os colaboradores com síndrome de Down podem agregar às organizações”, elaborado pela consultoria McKinsey & Company para o projeto Outro Olhar, do Instituto Alana.

Nessa pesquisa, é possível notar os impactos positivos na produtividade e saúde organizacional em empresas com políticas inclusivas.

Além desse material, indico o Guia Incluir: O que é, como e por que fazer?, produzido pela OIT e pelo Ministério Público do Trabalho (MPT). A publicação tem o objetivo de responder perguntas frequentes que surgem sempre que o assunto inclusão de Pessoas com Deficiência (PcD) no mercado formal de trabalho é mencionado.



PARA SABER MAIS


Eu coloquei aqui perguntas frequentes que recebo, mas sei que não soluciona todas as suas dúvidas. Por isso coloco-me à disposição para conversar e compartilhar uma seleção de sites, projetos, organizações sociais que podem ajudar com outros assuntos.

7)  Educação Inclusiva

Guia do Educador Inclusivo

Colabora Diversa

Turma do Jiló

8)  Acessibilidade para pessoas com deficiência intelectual

Mude Seu Falar que eu Mudo meu Ouvir

9)  Socialização e amizade

Friendship Circle

Best Buddies Brasil

10)  Atividade física

Ampliar Movimento

11)  Irmãos

Projeto Irmãos

12)  Envelhecimento

Fundação Dona Paulina

13)  Sexualidade

Eu me protejo